Pontos Positivos E Negativos De Ser Um Franqueado

Pontos Positivos E Negativos De Ser Um Franqueado

Pontos Positivos E Negativos De Ser Um Franqueado

 

Muita gente ouve ou já ouviu falar, mas não sabe ao certo o que é uma franquia e, especialmente, quais são os pontos negativos e positivos de ser um franqueado. Existem diversos jornais, sites e revistas voltados para esse tipo de empreendimento, contudo, ainda ficam muitas dúvidas. Será que realmente vale a pena investir nisso? Como é que funciona? Como o empresário deve proceder? E o principal: quais as vantagens e desvantagens de colocar dinheiro em um negócio com essa forma?

 

Antes De Ser Um Franqueado, Entenda O Que É Uma Franquia

De acordo com informações do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), uma franquia é um sistema em que o franqueado tem o direito de usar uma marca ou patente, distribuir e usar tecnologia e administração de um negócio que já está no mercado, sem caracterizar vínculo empregatício. Assim, uma pessoa que queira abrir um negócio pode escolher uma determinada empresa, se franquear e ter acesso a normas, logística e tudo mais daquela.

Os conhecimentos sobre tal organização são comprados e toda a metodologia usada para o desenvolvimento do empreendimento vem da empresa já pronta. O objetivo é dar acesso aosfranqueados de um negócio que já está no mercado e é sucesso.

Quando se contrata uma franquia, as duas empresas (franqueadora e franqueada) não são dependentes e a única ligação entre elas são os benefícios mútuos que ambas incorporam. Como é uma relação de comércio, essa unidade se faz mediante um pagamento direto ou não.

Quais Os Pontos Positivos De Ser Um Franqueado 

O primeiro ponto a ser valorizado é que o franqueado obtém uma expansão muito rápida da empresa a um custo relativamente bem baixo. Isso porque a marca e os clientes já estão no mercado, já conhecem o negócio e os riscos de não dar certo são bem menores. Imagine, por exemplo, montar a própria choperia em uma cidade praiana como o Rio de Janeiro.

O tempo que se gastaria para negociar com fornecedores e especialmente para se posicionar, para se tornar conhecido seria bem maior do que se abrisse uma choperia, no mesmo local, mas já com nome consagrado e conhecido pelos cariocas. Isso implica dizer que uma empresa já conhecida comercialmente já fez o trabalho de marcar território, de conquistar clientes. É como se o franqueado pegasse um atalho e saísse já lá frente no caminho de vida dos negócios.

O segundo ponto que deve ser considerado é que, apesar de ser treinado para obter tais resultados em determinada marca, os franqueados possuem a liberdade de inovarem, de fazerem o negócio crescer, sem claro perder as principais características da marca.

Dessa forma, o gerenciamento tem uma base que é passada assim que se obtém a franquia, mas existe a possibilidade de inovar, de mudar alguns pontos e isso pode se refletir muito bem no negócio. Muitas vezes, o sucesso é tão grande que as novas ideias são passadas para toda a rede de lojas. Cada gerente então pode dar a sua colaboração da melhor forma possível para o crescimento não só da sua própria franquia, mas para o fortalecimento da marca e melhor posicionamento dela no mercado.

Uma terceira vantagem é que assim que a franquia é adquirida, o franqueado recebe todas as devidas orientações de como o negócio deve ser tocado. Isso é muito bom para aqueles que possuem pouca experiência no mundo empresarial, para aqueles que estão começando agora, pois recebem muitas dicas. Assim, seguir as orientações é uma forma de estar começando bem nos negócios, mas isso não significa que a atenção e a boa administração devem ser deixadas de lado. Ao contrário: precisam estar presentes sempre para que tudo dê certo.

Além de orientações ao franqueado, um outro ponto positivo é que muitas empresas possuem consultorias que sempre estão por perto dos franqueados, dando orientações, ajudando no que for preciso. Para quem tem experiência no ramo, é mais uma forma de estar conectado ao mundo dos negócios e para quem está entrando no ramo de empreendimentos, além de estar se conectando cada vez mais com o empreendimento, está adquirindo novos conhecimentos.

Pontos Negativos De Ser Um Franqueado

Como existe essa liberdade dos gerentes, há também a infeliz possibilidade desse profissional contribuir de forma negativa para a franquia e como o público enxerga a marca como um todo e não como unidades, pode haver uma degradação dela aos poucos, ao longo do tempo e na memória coletiva. Quem nunca foi a uma franquia de um restaurante, foi bem atendido e quando foi a uma outra unidade da mesma rede a comida era ruim, os garçons eram péssimos e o atendimento era terrível? Isso é relato comum que se escuta por aí, portanto, é uma desvantagem isso.

Para não cair nessa desvantagem, é importante conhecer o máximo possível sobre a rede, sobre as unidades que fazem sucesso e os pontos fracos daquelas que são bem mal faladas pelo público e também apontadas por pesquisas. Sendo assim, nessas situações, não apenas o franqueado pode sair perdendo por contribuir negativamente para a marca como um todo, mas também para o franqueador que pode sofrer as consequências.

Outro ponto negativo de ser um franqueado é que existem franquias que simplesmente não oferecem canais de diálogo entre os gerentes das unidades franqueadas e a comunicação fica péssima, assim, o negócio fica engessado. Não só problemas de comunicação, mas envolvidos também com fornecedores, por exemplo. Existem franquias que são muito burocráticas ou problemáticas e o desenvolvimento de cada unidade, que seria natural, acaba não acontecendo, sendo então somente uma grande dor de cabeça para quem resolveu se franquear.

Mais uma face negativa das franquias é que muitos franqueados acreditam que, por estarem com uma marca boa em mãos, já conhecida do mercado, podem relaxar e não fazer nada para divulgar mais e trabalhar de maneira que agrade o público. É como se o empreendedor tivesse a certeza de que só o nome da empresa basta, o que é errado. Assim, alguns gerentes ficam acomodados e isso é prejudicial aos negócios, já que a concorrência não para e pode começar a atuar a qualquer momento.

Alguns Passos Antes De Se Se Tornar Um Franqueado

Com essas dicas sobre os pontos positivos e negativos de ser um franqueado, fica mais fácil abrir o próprio negócio usando uma marca já existente no mercado e garantindo então uma maneira de ganhar dinheiro e ainda gerar empregos. Porém, é importante ter bastante dados em mãos para não ter uma franquia sem saber mais detalhes sobre ela: existem muitas no mercado que acabam dando problemas a quem está entrando no ramo de atividade.

Pesquisar se o franqueador possui uma rede com excelência de atendimento (embora os gerentes cuidem de cada unidade uma imagem geral ajuda e muito a escolher qual a franquia ideal), se oferece consultoria, apoio aos franqueados, se estabelece constante comunicação com esses, se oferecem vantagens para quem comprou a franquia são passos que devem ser dados. Converse com quem já foifranqueado, busque saber os motivos pelo qual desistiu ou encerrou com tal empresa são também algumas fórmulas básicas a serem feitas por quem quer ter sucesso no mundo dos negócios. O importante é sempre ter em mãos muita informação para não falhar na hora de abrir o empreendimento próprio e saber os pontos positivos e negativos de ser um franqueado.

DICA IMPORTANTE!

Independente do tipo de negócio que você deseja montar é muito importante fazer um planejamento. Contrate uma consultoria, estude em livros, use o kit Como Abrir Um Negócio, enfim, escolha a opção que mais lhe agrada, apenas não arrisque suas economias em um chute!

Fonte: Novo Negócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


8 − = seis