Tecnologia de inteligência artificial reduz em 60% o tempo de auditorias no comércio

338914_796759_whatsapp_image_2018_04_30_at_18.55.17_web_


Empresa gaúcha desenvolveu software capaz de reconhecer produtos nas prateleiras.

Diariamente, milhares de profissionais do varejo; vendedores, pesquisadores, auditores, promotores de vendas gastam centenas de horas verificando a presença de produtos nas lojas. Com a tecnologia de reconhecimento por imagem este tempo é economizado ou empregado em atividades mais nobres.

A tecnologia funciona através de uma simples foto das prateleiras. O software, em segundos, gera informações sobre os produtos existentes na loja. O sistema informa a ruptura (falta do produto), se o mix está correto e se os produtos estão na posição esperada. A impressionante tecnologia já é realidade e tem se tornado um grande diferencial para empresas na melhoria da experiência dos consumidores nas lojas garantindo uma exposição adequada e bonita.

De um lado, o software alavanca as vendas, evitando rupturas e garantindo a exposição dos produtos, que foi cientificamente definida e, de outro, reduz o consumo de tempo de equipes de promotores e merchandising na auditoria dos pontos de venda. O objetivo da Stringhini Varejo Inteligente, parceiro do JPG Group, é garantir que os produtos permaneçam organizados de acordo com as preferências de compra dos consumidores.

– Os produtos não são expostos de forma aleatória. Existem estudos para definir a apresentação que mais agrada ao consumidor e mais incentiva a compra por impulso. Nosso aplicativo permite que o lojista mantenha as prateleiras organizadas de acordo com estas regras de exposição, aumentando as vendas nestes estabelecimentos – explica o diretor da empresa, João Stringhini.

De acordo com o empresário, na região é única com esta tecnologia no segmento, atendendo o comércio supermercadista, farmacêutico e de material de construção.

– No mundo, apenas cinco ou seis empresas possuem um sistema como este. No Brasil, somos pioneiros e desenvolvemos o software a partir de uma necessidade. Trabalhávamos com auditoria e merchandising em mais de seis mil pontos de venda. Demanda muito tempo contar e analisar a presença dos produtos em cada local. Vimos que poderíamos abusar da tecnologia para nos ajudar. Acabamos reduzindo o tempo de trabalho em 60% – relata.

Desde 2014, quando o software começou a ser desenvolvido, até hoje, empresas como a Coca-Cola, Ambev, Lojas Americanas e AmPm, do Grupo Ipiranga, por exemplo, utilizam esta tecnologia para monitorar seus pontos de venda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


quatro × = 32